sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Econômia de Energia com Iluminação.

As lâmpadas são fontes elementares de luz elétrica, são classificadas como incandescente e de descarga.
As fontes de luz podem emitir luminosidade de aparência "quente" e "fria". As cores avermelhadas ou amarelas são cores quentes enquanto a azulada são chamadas frias.

As lâmpadas representam boa parte do consumo de energia elétrica de uma residencia. Por isso é tão importante a utilização de lâmpadas mais eficientes, e mais econômicas, além do consumidor manter hábitos saudáveis de desligar a luz sempre que não estiver utilizando.

Qual a diferença entre ter uma incandescente e uma lampada florescente?

Com certeza quem já teve as duas sabe a resposta, mais para quem não sabe aqui vai a resposta.

As tradicionais lâmpadas incandescente apesar de mais barata e de fácil instalação, ela tem baixa eficiência de luminosidade, pois dissipa muito calor, além tem ter baixa vida útil, principalmente em redes de distribuição que sofrem muita variação de tensão, já as lâmpadas florescentes são mais eficientes, tanto as tubulares, quanto as compactas, além de ter maior durabilidade e atender uma gama maior de necessidades de aplicação.

Então, vale apena trocar as lampas incandescente por lâmpadas fluorescentes? A resposta pode vir depois de uma análise dos pros e dos contras de cada tipo de lâmpada, refletindo sobre as reais necessidades, fato que estaremos comentando nas próximas postagens.

Att,

Augusto Neto